Conheça a lei orgânica que foi aprovada pelos vereadores de Codó, que não dará benefícios nenhum para população e sim para o prefeito

Se já não bastasse a má administração da gestão atual do município de Codó – MA, o município tem vereadores da situação que esqueceram seu papel fundamental na Câmara Municipal.

Lembrando aos vereadores que têm variáveis papeis, dentre eles estão: Fiscalizar o poder executivo, legislar em favor da população proporcionando melhorias seja ela na saúde, educação, saneamento básico, coleta de lixo e assim por diante.

Portanto, o que vemos de fato são vereadores da situação fazendo a vontade do prefeito e seus aliados políticos, incluindo o pai do prefeito Francisco Carlos de Oliveira que é empresário na cidade.

No dia 12 de Agosto de 2019, foi aprovada pela câmara municipal e sancionada pelo então prefeito Francisco Nagib, uma lei orgânica de N° 1.852, que dispõe sobre a concessão, construção e funcionamento de postos de gasolina, diesel e álcool hidratado para fins carburantes no município de Codó – MA.

Assim sendo, o que chama mais atenção é o artigo 3° da letra b*, que exige de condições indispensáveis que o novo posto para ser aceito deverá ter uma distancia mínima de 700m de raio dos postos já existentes na zona urbana. Até ai tudo bem, eles tem direito de usar a lei, porem, o pai do prefeito possui quatro  postos de combustíveis na cidade bem localizados, impedindo assim a construção de outros postos em pontos estratégicos, diminuindo a concorrência,  economia e geração de empregos para cidade, fazendo com que o preço do combustível seja exploratório a população. Sendo que a mesma não tem embasamento técnico, além de regular o mercado e ferir até mesmo princípios constitucionais.

Lembrando aos vereadores que a “lei orgânica” é uma espécie de constituição municipal e deve ser usada para proporcionar melhorias a população, ou seja, solucionar os problemas e necessidades do povo, dentre eles estão: o Hospital que está com dificuldade em sua estrutura e até mesmo falta de alimentação para visitantes de doentes, falta de aparelhos (falta tudo na verdade), falta água em alguns bairros durante grande parte do dia e a conta só aumentou o preço depois da atual gestão, gestão essa que ainda pensa em privatizar a autarquia SAAE, além de profissionais mal remunerados, não tem coleta seletiva do lixo, buracos nas ruas. Concluindo, a cidade está um CAOS.

Portanto, tenham vergonha na cara senhores vereadores e deixem de serem apenas os carambolos da atual gestão, vamos procurar aprovar leis para beneficio da população, deixam de serem trocados por migalhas e procurem fiscalizar o poder executivo (prefeito) e legislar em prol do povo que os elegeram.

Obs: Somente os vereadores, Domingos Reis, Expedito Carneiro e Rodrigo Figueiredo, que não apoiaram essa lei maluca, já os outros, todos aprovaram sorrindo e cantando.

AQUI DEIXO UMA  PERGUNTA PORQUE OS OUTROS BLOG NAO POSTARAM ?

Veja a lei sancionada pelo prefeito e aprovada pelos vereadores de sua base

Agora uma pergunta que não quer calar. A lei orgânica de N° 1.852 de 12 de Agosto de 2019 beneficiou quem mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *