NOTA DE UTILIDADE PÚBLICA

 

A Direção do HGM – HOSPITAL GERAL MUNICIPAL, juntamente com o corpo clínico; médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, vem a público esclarecer a toda população, sobre o paciente pediátrico de que veio a óbito por COVID-19 no dia 25 de março de 2021 na UPA – UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DE CODÓ. O paciente deu entrada no PRONTO SOCORRO do referido hospital às 15h37min do dia 25/03/2021, apresentando sintomas de falta de ar e dor abdominal, sendo o mesmo portador de asma, conforme relato do responsável. Na triagem, a saturação de oxigênio era 92% em ar ambiente, sendo prontamente atendido pelos médicos da emergência, sendo medicado e solicitado os exames de COVID-19, bem como radiografia do tórax e exames laboratoriais. Após resultados dos exames constatou-se a gravidade do caso, uma vez que o paciente apresentou TESTE POSITVO PARA COVID-19 (IGM REAGENTE POSITIVO/ IGG NÃO REAGENTE), radiografia de tórax demonstrando pneumonia grave, com evolução de insuficiência respiratória aguda grave, sepse e rebaixamento do nível de consciência. Com oscilação de oxigênio de 49% a 83% mesmo com suporte de oxigênio. Diante de todo quadro gravíssimo do paciente foi solicitado a participação do médico da UTI, formando assim uma equipe médica que, automaticamente o conduziu à sala vermelha, com o objetivo de estabilização clínica, sendo regulado leito para UTI Pediátrica e respondido, pela médica do HOSPITAL JUVÊNCIO MATOS EM SÃO LUIS, alegando que não havia disponibilidade de leitos naquele momento. A equipe médica decidiu levar o paciente para UTI do referido hospital com o objetivo de estabilização clínica.
Após consenso com a família, equipe médica do HGM e a direção da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO – UPA. Foi decidido pela transferência do paciente para a UPA-CODÓ. Na porta do hospital, dentro da ambulância o paciente apresentava-se instável e evoluiu com parada cardiorrespiratória, sendo ressuscitado pela equipe na ambulância, estabilizado e em seguida transferido até a UPA-CODÓ com vida. Foi recebido na UPA e dado continuidade aos cuidados médicos.
A equipe médica e a direção do hospital lamentam profundamente pelo óbito do paciente, vindo a público se solidarizar com toda família e colocar-se a disposição para eventuais esclarecimentos.

Atenciosamente:
HOSPITAL GERAL MUNICIPAL – HGM

NOTA DE UTILIDADE PÚBLICA

A Direção do HGM – HOSPITAL GERAL MUNICIPAL, juntamente com o corpo clínico; médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, vem a público esclarecer a toda população, sobre o paciente pediátrico de que veio a óbito por COVID-19 no dia 25 de março de 2021 na UPA – UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DE CODÓ. O paciente deu entrada no PRONTO SOCORRO do referido hospital às 15h37min do dia 25/03/2021, apresentando sintomas de falta de ar e dor abdominal, sendo o mesmo portador de asma, conforme relato do responsável. Na triagem, a saturação de oxigênio era 92% em ar ambiente, sendo prontamente atendido pelos médicos da emergência, sendo medicado e solicitado os exames de COVID-19, bem como radiografia do tórax e exames laboratoriais. Após resultados dos exames constatou-se a gravidade do caso, uma vez que o paciente apresentou TESTE POSITVO PARA COVID-19 (IGM REAGENTE POSITIVO/ IGG NÃO REAGENTE), radiografia de tórax demonstrando pneumonia grave, com evolução de insuficiência respiratória aguda grave, sepse e rebaixamento do nível de consciência. Com oscilação de oxigênio de 49% a 83% mesmo com suporte de oxigênio. Diante de todo quadro gravíssimo do paciente foi solicitado a participação do médico da UTI, formando assim uma equipe médica que, automaticamente o conduziu à sala vermelha, com o objetivo de estabilização clínica, sendo regulado leito para UTI Pediátrica e respondido, pela médica do HOSPITAL JUVÊNCIO MATOS EM SÃO LUIS, alegando que não havia disponibilidade de leitos naquele momento. A equipe médica decidiu levar o paciente para UTI do referido hospital com o objetivo de estabilização clínica.
Após consenso com a família, equipe médica do HGM e a direção da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO – UPA. Foi decidido pela transferência do paciente para a UPA-CODÓ. Na porta do hospital, dentro da ambulância o paciente apresentava-se instável e evoluiu com parada cardiorrespiratória, sendo ressuscitado pela equipe na ambulância, estabilizado e em seguida transferido até a UPA-CODÓ com vida. Foi recebido na UPA e dado continuidade aos cuidados médicos.
A equipe médica e a direção do hospital lamentam profundamente pelo óbito do paciente, vindo a público se solidarizar com toda família e colocar-se a disposição para eventuais esclarecimentos.

Atenciosamente:
HOSPITAL GERAL MUNICIPAL – HGM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *