Secretaria de Justiça terá prazo de 60 dias para conclusão da investigação do casa encontrado em cativeiro

que apura problemas na condução do caso do garoto torturado em Campinas SP. Depois da chegada do relatório hoje o chefe do executivo decidiu abrir a investigação. De acordo com a administração municipal, além de apurar supostos problemas na condução do caso a intenção também é de melhorias e adequações no fluxo de atendimentos. A criança torturada e encontrada dentro de um galão estava sendo atendida pelo conselho tutelar desde 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *